Gestão Odontológica

Um dentista, além de exercer sua profissão, também precisa entender sobre gestão. Afinal, quando você tem sua própria clínica ou consultório odontológico, ou mesmo quando divide espaço com outros profissionais, você precisa estar por dentro de processos como atendimento ao paciente, controle de estoque de materiais, fluxo de caixa, entre outros.

Os principais desafios ao fazer gestão odontológica envolvem:

  • A gestão de agenda, já que muitos pacientes desmarcam ou cancelam consultas com a mesma velocidade com que agendam.
  • A burocracia quanto à solicitação de orçamentos, formas de pagamentos, assim como preenchimento e aprovação de guias, inclusive de convênios odontológicos.
  • Lidar com o pagamento dos diferentes profissionais na clínica, uma vez que cada procedimento tem seu valor específico e, se o tratamento requer o envolvimento de diferentes profissionais, é preciso identificá-los corretamente.
  • O controle de estoque, dado a importância de seu uso nos diversos tratamentos.

Para ajudar a enfrentar esses desafios, você dentista pode optar por uma das duas formas de se fazer gestão odontológica. São elas:

Gestão analógica

A gestão analógica basicamente envolve fazer gestão a partir de ferramentas manuais como agendas e documentos de papel, confirmações por telefone, livros-caixa, etc. Embora a gestão analógica seja uma forma de gestão, os processos são passíveis de erro, perdas de dados e acúmulo de papel.

Gestão automatizada

Agora que você já sabe o que é a gestão analógica, pense em suas funcionalidades, mas de maneira digital: agenda digital, prontuário digital, comunicações online, registros digitais e mais! Uma gestão automatizada pode ser feita a partir de softwares odontológicos de uma maneira mais prática e mais assertiva do que a gestão analógica.

Para fazer uma gestão odontológica otimizada, não há dúvidas sobre como um software odontológico tem destaque sobre a gestão analógica. Portanto, nesta seção, acompanhe os melhores artigos que vão orientar você a fazer uma gestão odontológica de sucesso!

Formas de pagamento no consultório: quais aceitar?

Formas de pagamento no consultório: quais aceitar?

As principais formas de pagamento no consultório odontológico devem ser aceitas visando tanto a comodidade do paciente quanto a garantia do pagamento para o dono. Elas incluem: cartões de débito ou crédito, cheque, boleto ou dinheiro em espécie. Cada uma dessas formas de pagamento têm suas vantagens e desvantagens.