Mercado odontológico: quais as previsões para 2021

O mercado odontológico, mesmo em cenário de pandemia, ainda é promissor. A partir de estratégias tecnológicas como o teleatendimento e o marketing odontológico, por exemplo, o segmento não tem suas atividades paralisadas.

Tempo de leitura: 8 minutos

O setor odontológico, além de importante para a manutenção da saúde da população, é relevante para a economia brasileira. Com uma quantidade considerável de profissionais, o mercado odontológico movimenta bilhões de reais.

Porém, assim como todo negócio, o mercado odontológico sofreu impactos da pandemia no que se refere ao lucro e número de consultas. Dessa forma, por se tratar de um serviço essencial, muitos dentistas passaram por importantes adaptações, a fim de se manterem competitivos no mercado, atendendo aos clientes da melhor forma.

Nesse cenário, ferramentas como teleatendimento e softwares de gestão automatizada entram como alternativas valiosas para a manutenção do mercado odontológico durante os próximos anos.

Neste artigo, vamos falar sobre o setor, quais foram as consequências da pandemia para os consultórios e quais as principais novidades do mercado odontológico para intensificar o sucesso de seu negócio em 2021.

Mercado odontológico antes da pandemia

Normalmente, o mercado odontológico é promissor: dados divulgados em 2019 pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) afirmam que, anualmente, o setor movimenta cerca de R$ 38 bilhões no Brasil, comprovando a força da área para a economia.

Além disso, ainda de acordo com a página do Conselho Federal, a quantidade de cirurgiões dentistas, técnicos e auxiliares em saúde bucal no país ultrapassa a marca de 520 mil.

Portanto, é possível perceber que a área possui grandes investimentos, além de ser saturada por altos números de profissionais, que brigam por espaço no mercado. Porém, para falarmos sobre o atual cenário da Odontologia não podemos deixar de analisar os últimos acontecimentos.

Como dito, desde março de 2020, o setor odontológico – assim como tantas áreas do mercado – sofreu impactos consideráveis causados pela pandemia do novo coronavírus, como veremos a seguir.

A imagem contém uma dentista toda equipada com os EPIs de biossegurança. Ela faz um sinal de encontro entre a mão esquerda aberta de encontro com a mão esquerda fechada. A imagem representa o enfrentamento do dentista no mercado odontológico frente à pandemia.
Mercado odontológico: quais as previsões para 2021

Qual é o atual cenário do mercado odontológico?

Como forma de evitar a contaminação da Covid-19, ainda em 2020 o CFO recomendou o cancelamento de todas as consultas eletivas. Nesse caso, uma série de procedimentos recorrentes foi adiada: prótese, aplicação de botox e clareamento dental ou de gengivas.

Pesquisa realizada pelo Programa de Pós-Graduação em Odontologia da Universidade Federal de Pelotas, divulgada pelo Saúde Debate, apontou que as consultas odontológicas, na rede pública, caíram cerca de 83%. A rede privada também apresentou quedas na demanda por atendimento.

Porém, por se tratar de um serviço essencial, os profissionais não pararam durante a pandemia. Inclusive, dados do conselho nacional, também apontados no portal, afirmam que mais de 82% dos dentistas continuam trabalhando, apesar dos riscos acentuados de contaminação, específicos da área.

Quais os impactos da pandemia na Odontologia?

Diferente de outras consultas médicas, o profissional entra em contato próximo à boca, sangue e saliva do paciente. No entanto, o paciente, obviamente, não pode permanecer de máscara durante a consulta. Portanto, é evidente que dentistas de todo o mundo atuam em uma área delicada, de extrema exposição, em meio a uma pandemia sem precedentes.

Por isso, o custo com infraestrutura e equipamentos de proteção individual (EPIs) aumentou. Máscaras N95, escudos, álcool em gel e termômetro digital são algumas das despesas adicionais. Estas despesas porém, garantem a proteção do paciente e do profissional durante a consulta.

Entretanto, nem todas as mudanças decorrentes da pandemia trazem frutos negativos. Como forma de se reinventar e buscar maior espaço no mercado, muitos dentistas começaram a investir em tecnologias digitais. Essa estratégia permite a continuidade dos atendimentos de forma segura e eficiente.

Neste cenário, o teleatendimento, além do uso de software odontológico, se mostraram essenciais na adaptação do mercado ao cenário pós-pandêmico.

Por isso, além de se manterem competitivos e ativos, é importante que os profissionais da área estejam adaptados e por dentro de inovações. Também deve se atentar aos processos que podem beneficiar seu negócio, a fim de atender o cliente da melhor forma possível.

Como ter sucesso no mercado odontológico por meio da transformação digital?

Antes da pandemia, o mundo dos negócios já estava bastante inserido no ambiente digital. Mas, após a quarentena, o contato de profissionais de diversas áreas com procedimentos virtuais e softwares tecnológicos se tornou um requisito.

De acordo com análise da Digital Transformation Investment, há um processo de transformação digital nas empresas. A pesquisa, realizada em 2020, afirma que 70% dos gestores mantiveram os investimentos ou aumentaram os gastos com tecnologias específicas ao longo do ano.

No topo dos setores que mais apostaram na transformação digital estão as empresas de construção (75%), seguidas por companhias de tecnologia da informação (58%) e manufatura (55%). Portanto, o mercado de Odontologia ainda está atrás na hora de adotar serviços digitais, o que é um erro de muitos gestores.

A inovação tecnológica na gestão de negócios odontológicos não é apenas uma forma certeira de driblar a crise e manter-se competitivo, como também é uma grande aposta para sair na frente no cenário pós pandemia – que estará mais automatizado e digital do que nunca.

A importância de um atendimento de qualidade

Neste momento, é possível que surjam algumas dúvidas, como, por exemplo, “é possível manter um atendimento de qualidade durante os teleatendimentos?”. A resposta é simples: não só é possível, como é essencial para o sucesso de sua empresa.

A consulta remota deve ser um complemento para uma rotina de estudos e acompanhamento próximo do paciente. Portanto, mesmo sem a presença física, ainda há a necessidade de amparar e ouvir as questões de cada indivíduo.

Esse é um ponto que se torna ainda mais importante durante o teleatendimento, quando muitas pessoas podem se sentir vulneráveis e sem acompanhamento odontológico adequado. Portanto, é preciso mostrar para o paciente que você está ali, à disposição.

Marketing odontológico

Outro aspecto relevante no caminho para a digitalização do mercado odontológico é o marketing da clínica. Mais do que nunca, consolidar a presença de sua clínica ou de seus serviços profissionais na internet é passo essencial para aumentar e conquistar um leque diversificado de clientes.

A dica é analisar suas atividades de destaque e pensar em formas assertivas de divulgá-las, levando em conta a rotina de seu público-alvo. Além disso, é preciso estar presente em redes sociais utilizadas pelo cliente e impor-se como fonte de informação valiosa sobre Odontologia.

Além de buscarem seu perfil para obter dicas e saber mais sobre a melhor forma de cuidar de sua saúde dental, fazer marketing odontológico é uma forma de manter seu nome em destaque. Assim, quando precisar de atendimento odontológico, a pessoa saberá exatamente quem procurar.

Gestão odontológica automatizada

Por fim, a transformação digital vem também como ferramenta para ajudar dentistas de todo o país durante suas atividades diárias. Por exemplo, um investimento que está se mostrando cada vez mais importante é a contratação de software de gestão odontológica.

Portanto, muitos dentistas estão apostando na alternativa, principalmente em tempos de crise, no qual o orçamento pode ser menor e é preciso ainda mais de organização e planejamento.

Com a ajuda de softwares como o EasyDental Cloud você pode controlar transações realizadas, saber rapidamente o que ainda precisa receber e consultar modos de pagamento de clientes.

Além disso, graças a diversas integrações, é possível controlar a agenda de atendimentos pelo próprio celular e automatizar gestões, aumentando o tempo para o profissional se dedicar ao seu paciente.

Conclusão

O mercado odontológico possui um futuro promissor no Brasil. Apesar de ter sofrido severas consequências na pandemia, com cancelamentos de procedimentos e consultas, há uma preocupação ainda maior com a saúde, intensificando a demanda pelos serviços no futuro.

Além disso, dentistas e gestores da área que apostam em soluções tecnológicas – como teleatendimento e presença nas redes sociais – tendem não somente a se recuperarem mais brevemente dessa crise, como assumir maior relevância no mercado nos próximos anos.

Portanto, investimento em tecnologia, digitalização e automação de atividades e processos odontológicos são formas de inovar e ganhar espaço no mercado. Comece inovando sua clínica conhecendo o EasyDental Cloud! Faça agora mesmo o teste gratuito durante 7 dias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *