O que faz um Auxiliar de Saúde Bucal?

Se você deseja saber o que faz um Auxiliar de Saúde Bucal continue lendo esse artigo.
Nele você entenderá as funções e a importância desse profissional em um consultório de odontologia, o que é preciso para se tornar um ASB e como está a carreira no mercado de trabalho.

Tempo de leitura: 6 minutos

Em uma clínica odontológica, o dentista é, sem dúvida, o profissional de maior destaque. Existe, porém, outra atividade que pode ser a chave para um atendimento seguro, confortável e eficiente aos pacientes e ela é exercida pelo Auxiliar de Saúde Bucal (ASB).

Embora a profissão já exista há muito tempo, foi só em 24 de dezembro de 2008 que ela passou a ser regulamentada no país por meio da Lei 11.889. A partir dessa data, tornou-se obrigatório o registro do profissional, antes conhecido como Auxiliar de Consultório Dentário (ACD), no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

Quer saber o que faz um Auxiliar de Saúde Bucal? Continue lendo e entenda as funções e a importância desse profissional em um consultório de odontologia, o que é preciso para se tornar um ASB e como está a carreira no mercado de trabalho.

O que faz um Auxiliar de Saúde Bucal?

Como o próprio nome indica, a principal função do Auxiliar de Saúde Bucal é dar suporte ao dentista que está realizando um procedimento odontológico. Isso faz com que o atendimento aos pacientes seja mais eficiente, confortável e seguro.

As atividades que devem ser desempenhadas pelo Auxiliar de Saúde Bucal estão previstas no artigo 20 da Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia (CNPCO). Elas devem ser realizadas sempre sob a supervisão do cirurgião-dentista ou do técnico em saúde bucal.

Abaixo, estão listadas as principais funções exercidas pelo ASB:

Antes do atendimento

• Acolher e preparar o paciente, coletando informações que serão importantes para o dentista;

• Separar e organizar o material necessário à consulta.

Durante o atendimento

• Organizar e executar atividades de higiene bucal;

• Auxiliar e instrumentar os profissionais nas intervenções clínicas;

• Manipular materiais de uso odontológico.

Após o atendimento

• Processar filmes radiográficos das consultas;

• Registrar dados e participar da análise das informações relacionadas ao controle administrativo em saúde bucal;

• Executar limpeza, assepsia, desinfecção e esterilização do instrumental, equipamentos odontológicos e do ambiente de trabalho.

Outras atividades

Além das atividades listadas acima, o Auxiliar de Saúde Bucal fica responsável também pela aplicação de medidas de biossegurança na clínica odontológica.

Nesse sentido, ele deve lidar com a separação, armazenamento, transporte, manuseio e descarte adequados dos resíduos gerados durante as consultas e atendimentos, bem como adotar medidas de controle de infecções no consultório, especialmente o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como luvas, máscara e avental.

O profissional também pode ajudar a desenvolver ações de promoção da saúde bucal e de prevenção de problemas ambientais e sanitários, e participar de levantamentos de necessidades em saúde bucal. Outra função do ASB é preparar modelos em gesso.

O CNPCO determina, no artigo 21, que o Auxiliar de Saúde Bucal não pode exercer a atividade de forma autônoma ou sem a devida assistência do cirurgião-dentista ou do técnico em saúde bucal. Também fica vedado ao profissional fazer propaganda de seus serviços.

O que precisa para ser um Auxiliar de Saúde Bucal?

Para exercer a profissão de Auxiliar de Saúde Bucal e poder atuar em um consultório de odontologia, é necessário realizar um curso técnico voltado para a área. Para isso, é necessário ter concluído o Ensino Médio. Muitas escolas profissionalizantes, inclusive, já oferecem aulas de forma remota.

A obtenção do certificado, no entanto, não é suficiente para que o ASB possa exercer sua profissão legalmente. Isso só será possível depois que ele se inscrever no Conselho Regional de Odontologia (CRO) do seu estado.

Para quem já exercia a profissão antes da promulgação da Lei 11.889/2008, sob o nome de Auxiliar de Consultório Dentário, a inscrição junto ao CRO é garantida. Profissionais formados em escolas estrangeiras também podem atuar no Brasil, desde que o diploma seja devidamente revalidado.

Vale ressaltar que o Auxiliar de Saúde Bucal deve estar sempre atento às novidades da área. Para isso, é importante que ele participe de cursos, congressos e outros eventos relacionados à odontologia a fim de aprimorar seus conhecimentos e alcançar maiores conquistas profissionais.

Além da formação técnica propriamente dita, o ASB também deve apresentar algumas habilidades que o ajudarão a desempenhar bem o seu papel na clínica odontológica:

• Organização – ajuda a manter o consultório em ordem antes e depois dos atendimentos;

• Empatia – torna o atendimento mais humanizado;

• Conscientização – ajuda a lidar com as mais variadas situações da melhor forma;

• Desenvoltura interpessoal – faz com que o paciente se sinta seguro e confortável.

Como está a carreira de Auxiliar de Saúde Bucal?

A média salarial para a carreira de Auxiliar de Saúde Bucal no Brasil é de R$ 1.371,03 para uma jornada de 43 horas semanais. A faixa salarial, por sua vez, fica entre R$ 1.251,33 (média de acordos coletivos) e R$ 2.249,19 (teto salarial), sendo que a maior média salarial do país é registrada em Brasília, com R$ 1.935,50.

Já para profissionais concursados, a média é de R$ 1.553,75 para jornadas de 40 horas semanais. Além disso, a média salarial mensal pode variar de acordo com o nível alcançado pelo ASB: R$ 1.340,46 para Nível I, R$ 1.516,37 para Nível II e R$ 1.821,50 para Nível III.

O perfil mais comum de Auxiliar de Saúde Bucal tem as seguintes características: sexo feminino, 24 anos, ensino médio completo e jornada de 44 horas semanais. As vagas se concentram principalmente nas clínicas odontológicas, sendo que São Paulo é a cidade onde ocorrem mais contratações desses profissionais.

Os dados mostram que a carreira está em alta. Entre outubro de 2020 e setembro de 2021, o número de contratações com carteira assinada subiu cerca de 22,5%.

A importância do Auxiliar de Saúde Bucal no consultório

Para que a rotina da clínica odontológica funcione de maneira eficiente, rápida e organizada, é imprescindível que as funções sejam realizadas por uma equipe de profissionais específicos e devidamente capacitados. Ou seja, a secretária não pode exercer a atividade que cabe ao Auxiliar de Saúde Bucal, apesar de isso ocorrer em muitos consultórios.

Isso porque este profissional estudou durante muito tempo para aprender técnicas, procedimentos e manuseio de equipamentos que o permitam auxiliar o dentista durante os atendimentos. Além do mais, a profissão é regulamentada por lei, o que impede sua execução por pessoas não devidamente habilitadas.

A presença do Auxiliar de Saúde Bucal garante atendimentos rápidos, seguros e sem interrupções. Também é ele quem irá facilitar o acolhimento do paciente e perceber quaisquer incômodos ou problemas que possam atrapalhar os procedimentos.

O Auxiliar de Saúde Bucal é o braço direito do dentista durante os procedimentos odontológicos. O profissional pode ainda auxiliar em outras atividades na clínica odontológica, como gestão de tempocontrole de estoque e gestão digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *