Orçamento odontológico: como fechar com seu paciente?

O orçamento é um momento de vínculos, ou seja, vai muito além de uma questão financeira por, muitas vezes, envolver a primeira consulta, um primeiro contato: seu paciente te apresenta um problema e você busca solucionar suas dores. Por isso, é muito importante entender como seu paciente chegou até você e esclarecer o que o seu trabalho tem a oferecer.

Tempo de leitura: 6 minutos

Manter um consultório odontológico vai muito além de cursar uma boa universidade e praticar a odontologia. Manter uma clínica requer uma boa gestão, envolve diversas áreas e etapas de atendimento.

Dentistas devem investir na qualidade do atendimento do início ao fim: oferecer, de forma excelente, saúde, conforto, confiança e segurança aos pacientes. Dentro da gestão do consultório, o orçamento odontológico é um fator importante no vínculo entre o profissional e o paciente.

É o momento de prezar pela saúde e segurança dos mesmos, mas também é necessário garantir segurança em suas habilidades, formação, ferramentas utilizadas, métodos e consequentemente nos resultados esperados.

A seguir pontuaremos fatores importantes a serem destacados no momento do orçamento odontológico para poder otimizar os processos do dia a dia da sua clínica, oferecendo facilidades e organização.

Orçamento odontológico: como fechar com seu paciente?
Orçamento odontológico: como fechar com seu paciente?

Orçamento odontológico: principais dicas

Antes de tudo, orçamento é um momento de vínculos, ou seja, vai muito além de uma questão financeira por envolver, muitas vezes, a primeira consulta, um primeiro contato: seu paciente te apresenta um problema e você busca solucionar suas dores. Para tanto, vocês irão se conhecer e conversar, é muito importante entender como ele chegou até você e esclarecer o que o seu trabalho tem a oferecer.

Neste momento também acontece a primeira avaliação clínica e este é o ponto de investigar o problema, verificar quais intervenções serão necessárias e se existe a necessidade de exames complementares. A partir da avaliação, você irá elaborar o plano de tratamento do seu paciente.

A cirurgiã-dentista Ana Tokus do Blog “Medo de Dentista”, escreveu sobre a importância da ocasião da primeira avaliação e como ela vai além da questão financeira.

Diante dessas importantes considerações, vamos seguir por tópicos que irão te guiar sobre o que deve conter um orçamento odontológico.

O Dentista pode cobrar um orçamento?

Sim! Mas é uma escolha que você pode elaborar conforme o seu processo de trabalho. Há consultórios em que o dentista passa o orçamento, mas também há casos em que a secretária, ou pessoa que trabalha no atendimento da recepção, passa essas informações ao paciente.

Um método interessante pode ser o cirurgião-dentista apresentar apenas o plano de tratamento, explicando o procedimento e as fases, enquanto a secretária conduz o financeiro.

Porém, não há regras, existem profissionais com facilidade em negociações e até preferem combinar diretamente com o cliente, o preço e as formas de pagamento.

Como precificar um serviço?

É importante manter uma tabela base de preços e formas de pagamento para todos os clientes. Para isso, calcule os honorários odontológicos de seu consultório. Os honorários devem ser calculados envolvendo alguns fatores essenciais, como:

1. Tabelas de referência de conselhos regionais, associações ou sindicatos de odontologia;

2. Valor cobrado pela concorrência;

3. Hora Clínica.

Esses são fatores básicos que devem ser consultados para estruturar o valor dos seus honorários. É importante não considerar os fatores isolados e sim fazer um apanhado geral destes dados para obter uma média ideal para a realidade de seu consultório.

Como fazer um orçamento e enviar para o cliente?

No orçamento deve ser considerado o valor do tratamento através de resultados. Investigue o problema apresentado pelo seu paciente, explique todas as etapas e a importância da decisão de executar seu plano de tratamento.

Demonstre os benefícios de seu tratamento com a ajuda de casos antigos e converse com seu paciente com uma linguagem acessível, sem termos técnicos. Dessa forma, ele poderá visualizar o procedimento, as motivações e o resultado que seu trabalho oferece.

Resumidamente, após precificar seu serviço e analisar o caso do paciente, você pode optar por comunicar pessoalmente o orçamento. Se não for possível, em um primeiro momento, informe que você entrará em contato por e-mail, ou pelo meio de contato que o paciente preferir, para fechar o orçamento. Assim, você poderá ajustar os próximos passos.

Como gestor de sua clínica, é importante manter um relacionamento próximo com seus pacientes. É uma forma de aumentar a confiança, entender o que eles esperam e aumentar as chances de conversão e até manter uma fidelização de clientes.

Orçamento feito por meio da Microsoft Word

Para o melhor desenvolvimento da gestão de seu consultório, é essencial manter os documentos administrativos e dos pacientes arquivados. O mesmo ocorre para os orçamentos.

Os formulários disponíveis pela Microsoft Word são formas manuais de fazer esses arquivos. Utilizando o menu “desenvolvedor” do programa, você encontra ferramentas para a criação de formulários.

Porém, dependendo do seu método de trabalho e alcance, os formulários manuais podem não ser tão funcionais. Isso porque demandam mais tempo, a não possuem um sistema automatizado capaz de reunir todos seus documentos e arquivos online.

Desta forma, a seguir iremos apresentar como um software odontológico pode ajudar você e sua equipe com o orçamento odontológico e demais protocolos, como o prontuário odontológico e acesso remoto a estes dados.

Conheça o software EasyDental Cloud

O software EasyDental Cloud foi criado com a finalidade de otimizar a rotina no consultório.

Ele possui funcionalidades estratégicas, com foco na administração do tempo, praticidade no atendimento e economia para a gestão de seu consultório.

Entre as funcionalidades do sistema destacamos:

1. Cadastro de pacientes completo e flexível;

2. Cadastro de corpo clínico que permite uma organização hierárquica da empresa e equipes;

3. Agenda de horários com atalhos para outros módulos do sistema, como a ficha do paciente;

4. Ficha clínica e orçamento com funcionalidades relacionadas ao atendimento do paciente, como odontograma inteligente, plano de tratamento, orçamento e documentação clínica;

5. Histórico clínico com os registros diários do consultório;

6. Controle de retornos que programa as próximas visitas do paciente;

7. Gestão de tratamentos para clínicas com grande volume de atendimentos;

8. Contas a receber, a pagar, fluxo de caixa e controle de estoque para a área administrativa.

Outro ponto essencial em nosso produto é a possibilidade de acessar todos esses dados remotamente. Esta tecnologia permite que você acesse o sistema da clínica de qualquer lugar e é um recurso necessário que pode te auxiliar desde o atendimento aos pacientes até a gestão financeira de seu consultório.

EasyDental Cloud: te acompanha em todos os processos

Ao longo deste artigo destacamos dicas para otimizar a rotina dos odontologistas e suas equipes por meio de nosso sistema de software de autogestão. Acreditamos que a tecnologia é uma ferramenta fundamental no gerenciamento do seu negócio.

Com isso, oferecemos um período de 7 dias totalmente gratuitos para você testar nossa plataforma. Venha conhecer os benefícios e praticidades na prática!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.