Prontuário odontológico: qual a importância desse documento?

O prontuário odontológico é o conjunto de toda a documentação obtida durante um tratamento odontológico. Isto inclui registros do pré ao pós atendimento. Organizar o prontuário odontológico da sua clínica ou consultório traz muitas vantagens, sendo a principal delas garantir a segurança entre você, cirurgião-dentista, e seu paciente.

Tempo de leitura: 6 minutos

Para que seu consultório odontológico alcance uma gestão de sucesso, é indispensável que você dê a atenção necessária ao prontuário odontológico. Esse documento é, dessa forma, uma ferramenta fundamental para quem busca o controle efetivo sobre o histórico de saúde do paciente.

Não só por isso, vale dizer: o prontuário odontológico traz segurança técnica e jurídica na relação entre você, como cirurgião-dentista, e seu paciente. Continue a leitura e saiba mais sobre o que é um prontuário odontológico, qual sua importância e quais elementos devem constar nele.

O que é um prontuário odontológico?

O prontuário odontológico é o conjunto de toda a documentação obtida durante um tratamento odontológico. Ele inclui principalmente a ficha clínica, a ficha de anamnese e o odontograma inteligente para registro de informações.

Além de atender a critérios clínicos, administrativos e legais, o documento também possui função especial para a justiça: ele ajuda na identificação de vítimas em perícias criminais, quando isso não é possível pela identificação das digitais.

A importância do prontuário odontológico

O prontuário odontológico tem papel central em um consultório odontológico, pois traz informações importantes sobre o paciente, como:

  • Seu histórico clínico;
  • Sua identificação;
  • Exames realizados;
  • Tratamentos recomendados e
  • Evolução do tratamento, por exemplo.

Além disso, o documento apresenta a identificação do profissional responsável pelo tratamento, como nome completo, especialidade e registro no conselho profissional (CRO).

Desse modo, um prontuário odontológico fornece informações que são de fundamental importância para ajudar você, dentista, a tomar decisões adequadas. Ele atesta a relação entre paciente e profissional, estabelecendo normas que devem ser seguidas.

Prontuário odontológico: qual a importância desse documento?
Prontuário odontológico: qual a importância desse documento?

O que deve conter um prontuário odontológico?

Um prontuário odontológico deve conter elementos como:

  • Identificação do profissional;
  • Identificação do paciente;
  • Plano de tratamento;
  • Evolução do tratamento;
  • Receitas;
  • Atestados;
  • Exames complementares;
  • Ficha Clínica;
  • Ficha de Anamnese;
  • Odontograma.

Confira detalhes sobre os principais itens abaixo.

Identificação do profissional

O Código de Ética Odontológica exige que o profissional apresente no prontuário odontológico os seguintes dados: nome, profissão e o número de inscrição no conselho (CRO). Além disso, ele poderá apresentar outras informações, caso deseje, como qualificações e/ou especialidades.

Identificação do paciente

No prontuário odontológico, deve conter o nome completo do paciente, bem como sua identificação civil e outras informações essenciais para sua caracterização.

Plano de tratamento

O plano de tratamento deve ser apresentado após o exame clínico feito no paciente. O objetivo é, portanto, mostrar a ele quais são os tratamentos existentes.

Ficha de Anamnese

O que é anamnese do paciente no prontuário odontológico?

De acordo com o Programa Nacional Telessaúde, anamnese diz respeito ao conjunto de informações que fazem parte da história clínica do paciente até o momento do exame.

A anamnese completa é classificada também como uma entrevista feita com o paciente com o objetivo de diagnosticar o problema de saúde bucal que ele está enfrentando.

Dessa maneira, ela fornece ampla visão do histórico de saúde bucal do paciente. Com base nisso, você, como dentista, pode entender melhor o caso, bem como tomar decisões com maior segurança em relação ao tratamento.

Desse modo, as principais informações que você, dentista, deve coletar são:

  • Queixa principal da consulta;
  • Evolução do problema de saúde bucal;
  • Histórico médico e odontológico do paciente.

A importância da anamnese do paciente durante atendimento odontológico

A anamnese clínica permite conhecer melhor o histórico médico e odontológico do paciente, sendo, dessa forma, fundamental para quem busca não apenas fazer bem o seu trabalho, mas também superar as expectativas do paciente.

Para que um tratamento odontológico ocorra com segurança e eficiência, é necessário que você, dentista, baseie-se na ficha de anamnese do paciente. Entretanto, do contrário, você poderá cometer erros capazes de colocar a saúde bucal do paciente em risco.

Conheça a funcionalidade Ficha de Anamnese do EasyDental Cloud

Odontograma: o que é e para que serve

O que é odontograma?

O odontograma é um diagrama gráfico que apresenta os dentes da arcada superior e inferior do paciente, também conhecido como carta dentária ou dentograma. Nele, cada dente é marcado com um número ou outro elemento que gere distinção entre os dentes.

A partir desse diagrama, é possível saber o número de dentes nas arcadas e o formato anatômico de cada dente. É um procedimento que faz com que o prontuário odontológico se torne um documento completo e, portanto, eficaz para orientar com relação a um tratamento odontológico.

Para que serve o odontograma?

O odontograma é um procedimento que serve para:

  • Indicar os dentes que precisam de tratamento;
  • Sugerir potenciais tratamentos para os problemas encontrados;
  • Possibilitar que o profissional acompanhe a evolução do tratamento;
  • Fornecer ampla visão acerca de tratamentos já realizados pelo paciente;
  • Identificar cada paciente, melhorando assim a gestão de relacionamento entre profissional e paciente etc.

É, assim, um elemento considerado no qual podem ser registrado diversos procedimentos como exames clínicos, planos de tratamento e anotações.

Veja aqui como fazer um orçamento torna-se ainda mais fácil com a ajuda de um odontograma inteligente

Tempo mínimo que o prontuário odontológico deve ser arquivado

De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o prontuário odontológico deve ser arquivado por, no mínimo, 10 anos. Esse período deve ser contado após o último comparecimento do paciente no consultório odontológico.

Nesse caso, uma forma de otimizar a guarda de documentos é digitalizando-os. Assim, vale a pena contar com um sistema digital que contribua para otimizar o processo de arquivamento de prontuários odontológicos. Nesse processo, proteger os dados do paciente é essencial.

Conclusão

Agora que você sabe o essencial a respeito do prontuário odontológico, comece a fazer o seu de maneira completa e rica em termos de informações.

Você pode fazer uso de um software odontológico para tornar essa operação mais eficiente. Por isso, conheça agora mesmo os produtos da EasyDental Software!

O software EasyDental fornece ferramentas essenciais para quem busca otimizar a gestão do consultório odontológico, incluindo as funcionalidades de ficha clínica, ficha de anamnese e odontograma inteligente para seu prontuário odontológico!

Experimente já o software odontológico, gratuito durante 7 dias e tenha a melhor experiência na gestão de sua clínica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *