Razões que fazem seus seguidores não interagirem com você

Neste artigo apresentamos os motivos que fazem com que os seguidores não interajam nas redes sociais do seu negócio. Apresentamos também como virar esse jogo.
Quer saber mais? Continue a leitura!

Tempo de leitura: 12 minutos

As redes sociais já ocupam mais de um quarto de todos os acessos à internet. É a maior ferramenta para empresas que buscam conquistar um espaço e se posicionar no mercado como referência.

O ambiente digital fez o mercado altamente competitivo, de modo que inúmeras estratégias e ações são testadas e implementadas diariamente para conquistar a atenção da audiência e crescer o número de seguidores.

Mas a sua estratégia está engajando?

Uma conta com milhões de seguidores e baixo engajamento, com seguidores que não interagem, faz com que o desempenho da marca seja inferior aos menores com maior capacidade de retenção da atenção do público. Dessa maneira, é uma métrica que precisa ser acompanhada.

Nesse conteúdo exclusivo vamos listar as razões que fazem seus seguidores não interagirem com você, e como otimizar as campanhas para melhores resultados. Confira!

O que é engajamento e interação?

Na verdade, esses dois termos são diferentes faces de uma mesma moeda. No ambiente digital, engajamento quer dizer o quanto os seus seguidores interagem com o conteúdo publicado.

Por exemplo, incentivar o público a interagir no Instagram, é o mesmo que convencê-lo que o conteúdo é importante o suficiente para ser curtido, comentado e compartilhado.

Quando respondemos um stories, participamos de uma enquete, ou simplesmente paramos de rolar o feed para observar uma foto por alguns segundos, estamos interagindo com os algoritmos da rede social, que irá compreender a maneira como isso se traduz em engajamento.

As métricas de vaidade

Quando observamos um perfil com milhões de seguidores, ou um vídeo com um grande número de visualizações, temos a tendência a classificar como um sucesso de marketing.

No entanto, o sucesso de verdade está nos perfis e conteúdos capazes de gerar sentimentos e emoções no público. Esse é o poder do engajamento.

Esses números realmente são impressionantes, mas dizem apenas qual é o alcance da mensagem, ou quantas pessoas se depararam com a postagem em algum momento. No entanto, isso não se traduz em oportunidade de negócios ou crescimento de fato.

O importante é compreender quantas pessoas encontraram o conteúdo, e demonstraram um interesse genuíno com o que foi compartilhado.

Compreenda que quanto mais tempo os seguidores passam dentro da sua página, mais relevante ela é para o ecossistema da rede social, portanto, ganha mais visibilidade para novos seguidores.

As razões para os seus seguidores não interagirem

A ciência do engajamento é muito complexa, e é preciso compreender que o público das redes sociais está em constante evolução. Dessa maneira, é preciso de um foco muito bem definido.

Normalmente as razões que fazem os seguidores não interagirem com as páginas que seguem estão relacionadas ao conteúdo propriamente dito. Porém, podem existir inúmeras motivações para esse comportamento.

O seu conteúdo é relevante?

Um conteúdo de qualidade precisa ser relevante e transmitir autoridade. Muitas pessoas acreditam que as marcas se tornaram uma forma de entretenimento nas redes sociais, o que é verdade em partes.

É preciso entregar valor ao cliente em potencial através de conteúdos ricos e que agregam valor de fato, no entanto, sem esquecer os hábitos de consumo.

De acordo com um estudo realizado pela Microsoft, o tempo de atenção das pessoas caiu de 13 segundos (2000) para apenas 8 segundos (2013). O avanço da tecnologia explica muito isso.

O seu conteúdo não deve apenas agregar muito valor, mas precisa ser altamente relevante para que as pessoas tenham um interesse genuíno em consumi-lo.

Uma série de vídeos com o título “Aspectos microbiológicos da cárie” não é uma das melhores ideias para interagir no stories, porém, um reels com “3 dicas para acabar com a cárie” é muito mais propenso a gerar interesse.

É claro que ambos os títulos chamam a atenção de diferentes públicos-alvo. No entanto, em um ritmo de consumo frenético de informações, é preciso deixar claro o valor que será entregue logo nos primeiros segundos, se não, será ignorado.

Você conhece o público?

Todo mundo acredita conhecer a fundo o seu público-alvo, mas isso não é verdade. Não basta conhecer dados demográficos genéricos.

Lembre-se que com a popularização do marketing digital, as plataformas entregam de bandeja essas informações, então qualquer empresa ou criador de conteúdo sabe quantos homens ou mulheres estão lá, quais as faixas etárias predominantes, e até mesmo o pico de contatos.

Conhecer o público é algo muito mais profundo, é uma mistura de arte com ciência. É preciso se apoiar em dados concretos para desenhar uma persona.

A persona é como se fosse uma pessoa dentro do seu público-alvo, que, na média, representa todos eles. Trata-se de reconhecer na audiência, uma pessoa única que seria o seu cliente ideal.

Com essa seleção, você descobre os seus hobbies, desejos, sonhos e até mesmo filosofias muito particulares. Quanto maior for o grau de conhecimento, maiores são as chances de criar material altamente segmentado.

Sabe quando acessamos um perfil que não parece conversar com ninguém? É fundamental que o seu usuário veja o perfil e se identifique imediatamente. Precisa ser evidente o tipo de público ao qual se destina as publicações.

Assim, somente aqueles que realmente desejam consumir o seu conteúdo, irão segui-lo e acompanhá-lo verdadeiramente, ampliando o resultado do engajamento.

Os comentários são ignorados?

Saiba que as pessoas interagem esperando um retorno. Quando alguém para de rolar o feed para postar um comentário na sua publicação, ou respondem aos stories, elas querem formar um contato, desejam interagir.

Dependendo do seu tamanho, pode ser impossível responder todo mundo, mas é preciso ter em mente que é fundamental algum tipo de interação por sua parte também. Seja respondendo comentários, ou somente curtindo para demonstrar que recebeu o carinho.

Essa dica é fundamental principalmente no mundo dos negócios, pois os usuários costumam entrar em contato para tirar dúvidas, e se elas não são prontamente atendidas, passa a ideia de que o público é apenas um espectador, e não um cliente em potencial.

Como melhorar o engajamento no Instagram?

Até aqui compreendemos o que é engajamento, e o mais importante, o que não é engajamento. É fundamental diferenciar as métricas de vaidade daquelas que realmente fornecem insights para otimizar a sua campanha.

Após discutirmos às três principais razões que fazem seus seguidores não interagirem com você, vamos entender como melhorar o engajamento no Instagram e evitar cometer graves erros que podem custar a marca.

1 Jamais compre seguidores

A compra de seguidores é uma prática comum nas redes sociais, devido a dois fatores principais. Primeiro, a métrica de vaidade, segundo, a crença de que um grande número de seguidores irá convencer as pessoas a seguirem também pelo efeito manada.

No entanto, essa prática é altamente destrutiva para a sua campanha de marketing. Ao comprar seguidores, está inundando a página de perfis falsos que não irão engajar nas suas publicações.

O público deve ser construído de maneira orgânica, ou até mesmo através de anúncios que ampliam o alcance. O segredo para um perfil de sucesso, é o fato de as pessoas estarem interessadas no conteúdo, e esse interesse precisa ser genuíno, se não, não significa nada além de um número bonito.

Tenha em mente que contas com um alto número de seguidores, e baixo engajamento, costumam ser rebaixadas pelos algoritmos que definem a ordem e o tempo de exibição das postagens.

Se você compra, ou já comprou seguidores, saiba que está se sabotando.

2 Faça enquetes e quizzes para interagir com os seguidores

Os stories possuem uma gama de ferramentas para gerar engajamento no perfil. Não há uma definição de qual método é o mais eficiente para otimizar os resultados, visto que tudo é calculado por algoritmos e uma mescla de inteligência artificial.

As enquetes e quizzes possuem uma maior chance de gerar interações, uma vez que são simples e objetivas. As enquetes podem ser perguntas de sim ou não, verdadeiro ou falso. Já os quizzes, são perguntas de múltipla escolha que forçam o usuário a pensar.

Lembre-se que quanto mais tempo ele passar analisando o seu conteúdo, melhor se torna a reputação. Afinal, o que o Instagram quer é que os usuários passem o maior tempo possível na plataforma, e você, na sua página.

As perguntas também são ótimas ferramentas, e permitem que os seguidores deem respostas mais completas e significativas. No entanto, demandam mais interesse do público, então, devem ser altamente cativantes.

Essas três ações são altamente recomendáveis, uma vez que uma das melhores maneiras de conseguir interação é pedindo.

Acredite, as pessoas às vezes querem dar a sua opinião, ou curtir o conteúdo, mas são tomadas por distrações. Quando você pede uma interação de maneira explícita, ela tem mais chances de acontecer.

3 Conteúdos virais

Outro ponto fundamental para o público interagir no instagram, é fazer um balanço perfeito entre conteúdo e contexto.

É claro que um conteúdo altamente relevante e com valor é fundamental para o engajamento e retenção. No entanto, é preciso aproveitar o contexto e saber utilizar as oportunidades.

Quando uma celebridade faz um procedimento dentário que se torna assunto na rede social, você pode utilizar o seu ponto de vista profissional para oferecer esse serviço de uma maneira criativa.

Tenha em mente que precisamos primeiro chamar a atenção do público-alvo, para então gerar um interesse, que resulta em interação. Essa ordem não pode ser invertida e nem rompida.

No entanto, tome cuidado para o seu perfil não se tornar uma página de fofoca. O equilíbrio é fundamental.

Conteúdos de valor são importantes para engajar verdadeiramente o leitor, mas ele é atraído por situações postas em um contexto que ele compreenda, e utilizar as atualidades é uma maneira de falar na mesma linguagem que o interlocutor.

4 Crie postagens exclusivas

Essa é, na verdade, uma dica para o marketing digital em geral. Nenhuma plataforma ou canal de comunicação é igual ao outro. Nem mesmo o Facebook, Instagram e WhatsApp que pertencem ao mesmo grupo.

As pessoas utilizam cada rede de uma maneira diferente. O Instagram é feito para prender a atenção do usuário. É a rede social na qual você assume um papel muito grande de entretenimento e educação, muito menos de vendas.

Por outro lado, no seu site, é evidente que um viés de vendas é muito mais importante e efetivo. No entanto, mantenha essas contradições em mente.

Tentar vender pelo Instagram pode ser extremamente lucrativo, mas se feito antes da hora, afugenta os clientes em potencial. Por tanto, insira no seu planejamento de marketing a criação de conteúdo específico para os seguidores do instagram interagirem.

Sempre tenha como objetivo gerar engajamento. Saiba, os clientes não querem apenas ouvir o seu lado da história, eles querem participar da construção e tomar decisões com base nesse relacionamento.

O Instagram é uma ferramenta de relacionamento, e precisa ser uma via de mão dupla.

5 A entrega vem antes da cobrança

O gatilho da reciprocidade é o mais frequente no marketing. Pode ser traduzido como: antes dar do que receber.

Tem a ver com entregar o máximo de valor possível para a sua audiência, de modo que no momento de oferecer um produto, ela não conseguir pensar em outra opção além de você.

Ao mudar a vida dela, de alguma maneira, agregar tanto valor que ela economiza dinheiro, ou encontra o tratamento exato para as suas necessidades, você se torna a primeira opção.

O marketing digital é um jogo de construir confiança, e demonstrar que a sua marca se importa genuinamente com o sucesso do cliente. Dessa maneira, cria-se um laço de reciprocidade.

Ao entregar valor, você está apto a cobrar o preço por isso.

A sua marca não precisa ter milhões de seguidores para fazer sucesso, mas um pequeno número de fãs fiéis que irão divulgá-la e realmente trazer a maior parte dos resultados.

Quando compreender isso, irá perceber que as ideias para interagir nos stories fluem naturalmente. A compatibilidade com o público e a busca por agregar valor, promovem uma ligação verdadeira que promove resultados consistentes para o longo prazo.

Seguindo essas dicas, o seu público só não irá interagir com você, caso o seu produto não seja o que ele está buscando, então, é hora de encontrar o público certo, pois ele está esperando ansioso pelo seu conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.